Após denúncia de Júnior Borges sobre Cemitério de Ambulâncias prefeitura prepara leilão de carros abandonados

Após denúncia feita pelo vereador Júnior Borges (DEM) sobre o Cemitério de Ambulâncias – onde vários carros oficiais da Prefeitura de Camaçari foram encontrados abandonados em um terreno no bairro Cristo Redentor – o prefeito Ademar Delgado correu contra o tempo para legalizar a situação e realizar o leilão dos carros, já que havia ilegalidade na forma como estavam sendo guardados os veículos.

Entre os mais de 50 carros, havia ambulâncias da prefeitura, do SAMU, viaturas , entre outros tipos de veículos que estavam a serviço da prefeitura. “A partir desta constatação ficou fácil entender porque faltam ambulâncias para atender a população de Camaçari, que pena para ter acesso à saúde”, disse o vereador Júnior Borges.

Feito às pressas para não afetar a imagem do governo, o projeto de lei já tramita na Câmara Municipal e deverá entrar na pauta para ser votado nos próximos dias. Só a pós a aprovação dos vereadores o prefeito poderá fazer o leilão dos carros abandonados no Cemitério das Ambulâncias, como passou a ser chamado o local após a denúncia feita por Júnior Borges.

O vereador oposicionista oficializou a representação contra o município no Ministério Público e no Tribunal de Contas dos Municípios, assim que soube do descaso com os bens públicos. A denúncia foi feita no MP no dia 4 de julho, enquanto que o TCM protocolou a denúncia no dia 9 do mesmo mês.

De acordo com Júnior Borges, as representações foram a causa da pressa do governo em formalizar o leilão e desmontar o Cemitério de Ambulâncias. “Não tenho dúvida de que a formalização das denúncias nos órgãos fiscalizadores da administração pública tenha sido o principal motivo para que o governo corra contra o tempo e legalize essa situação que tira a credibilidade do governo”, ressaltou Júnior Borges.

Assessoria de Comunicação/Henrique da Mata

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.