Bancada do DEM na Câmara vota contra secretaria de 14 milhões

A bancada de oposição na Câmara Municipal de Camaçari votou contra o projeto de lei nº 809/2013 do Executivo que cria a Secretaria de Ordem Pública. Os vereadores do DEM e de outros partidos de oposição ao PT já haviam se posicionado contrários à criação da pasta no primeiro turno da votação, na última terça-feira, 6.

De acordo com o vereador Júnior Borges (DEM), que pediu o apoio de toda a oposição para não aprovar a matéria, o município tem outras prioridades para tratar. “É um absurdo mandar um projeto de lei para esta Casa para a criação de mais uma secretaria e não enviar nada em relação a um plano emergencial na saúde pública, que vai de mal a pior”, disse.

Para o edil, a criação de uma secretaria às vésperas do pleito eleitoral é uma estratégia do PT de beneficiar projetos de interesse pessoal. “A gente sabe muito bem do que se trata a criação dessa secretaria e quem será o verdadeiro beneficiado nessa história”.

Júnior ressalta que os R$ 14 milhões do orçamento da secretaria poderia resolver muitos problemas existentes no sistema público de serviços à população. “A saúde está um problema grave, a segurança pública não existe e nós já pedimos um plano emergencial para os dois casos, no entanto, não fomos atendidos”, revelou.

Mesmo com todo o esforço da oposição para fazer com que a matéria não fosse aprovada, a maioria governista conseguiu a aprovação da matéria com um placar de 10 votos a 7. “Fizemos de tudo para o povo não sofrer mais esse dano, mas eles têm a bancada maior e conseguiram a aprovação”.

Assessoria de Comunicação

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.