Camaçari é a primeira cidade da Bahia a receber o projeto Do Rural à Mesa

Pela primeira vez na Bahia é realizado o projeto Do Rural à Mesa, com 30 agricultores de Camaçari, com o objetivo de fomentar o escoamento produtivo de olerícolas (hortaliças, raízes, tubérculos e afins). O evento de apresentação foi realizado nesta sexta-feira (22/10), no auditório da Casa do Trabalho.

“Fico feliz em ver Camaçari florescendo naquilo que tem vocação. E eu quero parabenizar o trabalho do prefeito Elinaldo, juntamente com o secretário de Desenvolvimento da Agricultura e Pesca, Antônio Falcão, pelo excelente trabalho que vem sendo realizado. O nosso povo agradece!” Júnior Borges.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) é quem executa o projeto e a coordenadora de Programas do órgão, Ellen Santos, explicou que a escolha de Camaçari para receber o projeto foi por causa da organização social dos agricultores, realizado pela Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pesca (Sedap), “vimos potencialidade”.

Ela ainda falou que o objetivo do projeto é aproximar o produtor do parceiro comercial, que é o Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac). “Vamos trabalhar com eles na parte da assistência técnica e gerencial, vamos dar todo o suporte para ter uma produção assistida e a partir da demanda do Senac, vamos fazer essa interação para uma venda direta. Os produtores também vão conhecer os restaurantes para quem estão vendendo, o pessoal também vem conhecer a produção”, finalizou.

O secretário de Desenvolvimento da Agricultura e Pesca, Antônio Falcão, destacou o trabalho desempenhado pela pasta, “o campo é uma das grandes opções de emprego e renda. A ideia é que a cada dia a gente venha aperfeiçoar e modernizar a nossa agricultura, para convencer o homem do campo que ele continue no campo, porque é vetor de negócio, e muito grande. Nós temos uma das maiores demandas do Brasil aqui na Costa de Camaçari, e estamos perdendo isso, por isso, estamos lutando para desenvolver a agricultura”.

O projeto Do Rural à Mesa acontece em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Senac. A assessora de Inovação e Intercâmbio do Senac Bahia, Monique Badaró, explicou como vai acontecer essa parceria. “O Senac enquanto instituição de ensino profissionalizante tem uma atuação forte nessa área de gastronomia e a gente procura aproximação entre o consumo e a produção. A ideia é que a gente compre diretamente do produtor, qual a vantagem para o produtor? Ele vai poder ter um cliente fixo, temos dois restaurantes, um volume de compras constantes e, portanto, vão poder se planejar, ele já sabe que vai contar com esse escoamento”.

Nessa fase piloto, os 30 agricultores convidados atenderam aos seguintes critérios estabelecidos pelas empresas do Sistema S: ter capacidade e frequência produtivas, além de comprovada posse legal da unidade de produção. Ainda na atividade, os produtores assinaram o termo de adesão, dizendo que concordam em participar do projeto, e no próximo mês as visitas já começam a ser agendadas.

O agricultor da Tiririca, Rosalvo dos Santos Guimarães, 55 anos, que tem uma boa produção, falou sobre a participação, “quando a gente é convidado é porque a gente é um bom trabalhador, principalmente no campo. Eu achei bom o que vão fazer, cada coisa que a Prefeitura traz para a gente o benefício é bom, nunca é ruim. A expectativa de escoar através de mais um programa é melhor ainda”.

A realização da ação foi através de uma proposta do Sebrae, por meio da articulação do gestor da unidade de Camaçari, Daniel Santana, que também esteve presente no evento. Ainda esteve no local, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Waldy Freitas.

Fonte: Prefeitura de Camaçari

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.