Camaçari: vereador culpa Wagner e Solla por má fase do HGC

O vereador de oposição ao governo petista, Júnior Borges (DEM), usou a tribuna da Câmara de Vereadores de Camaçari, na última terça-feira (17), para cobrar ações mais eficientes do governador Jaques Wagner e do secretário estadual da Saúde, Jorge Solla, quanto às dificuldades diagnosticadas no Hospital Geral de Camaçari (HGC).

Os comentários sobre a situação da saúde no município foram feitas após o anúncio da exoneração da ex-coordenadora da unidade hospitalar, Dorilda Vasconcelos, alvo rotineiro de reclamações e denúncias quanto à sua condução à frente da diretoria geral. O clamor popular e a pressão da bancada de oposição levou o secretário Solla a trocar a direção do hospital, tirando a advogada Dorilda e colocando em seu lugar o médico Dr. Francisco.

Embora o edil considere a atitude do secretário um bom começo, ele ressalta que o principal fator para a melhoria no atendimento e cumprimento da demanda recebida todos os dias é o “investimento em pessoal e aparelhamentos novos e mais modernos”. Júnior Borges lembrou ainda da importância de um hospital municipal para Camaçari. “O HGC não suporta mais o número de pessoas que procuram atendimento. É preciso investir na implantação de um hospital municipal para desafogar o HGC, que atende Camaçari e toda a Região Metropolitana”.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.