Câmara de Camaçari aprova prestação de contas da Prefeitura Municipal do ano de 2019

Foi aprovado em dois turnos, durante a 15ª Sessão Ordinária e a 2ª Sessão Extraordinária do Segundo Período, realizadas na manhã desta quinta-feira (21/10), o parecer da Comissão Especial formada para analisar a prestação de contas da Prefeitura Municipal de Camaçari referente ao ano de 2019. O documento acompanhou o Parecer Prévio do Tribunal de Contas do Município (TCM) – Processo TCM Nº 07080e20 –, que opinou pela aprovação das contas do Executivo com ressalvas.

Durante a análise e votação, os vereadores Tagner (PT), Vavau (PSB) e Professora Angélica (PP) manifestaram-se pela abstenção dos seus votos e a matéria recebeu oito votos favoráveis. A Comissão criada para analisar o Parecer do TCM teve o vereador Dilson Magalhães Jr. (PSDB) como presidente e o vereador Flávio Matos (DEM) como relator.

Ainda durante a sessão, foram aprovadas também proposições de autoria dos parlamentares que, se acatadas, poderão representar mais desenvolvimento para a cidade. Entre elas está a Indicação Nº 1006/2021, de autoria do vereador Flávio Matos (DEM), que pede ao Poder Executivo que disponibilize intérpretes de LIBRAS nos setores públicos do município.

Também foi aprovada uma matéria de iniciativa do vereador Tagner (PT), que pediu à Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente (Sedur) a desapropriação de área pública para a instalação da Universidade Federal da Bahia (UFBA) em Camaçari. A proposta foi apresentada através da Indicação Nº 974/2021, e em sua justificativa, o vereador destaca que a instituição funciona provisoriamente, desde 2018, na Cidade do Saber. Para ele, o espaço é menor do que o necessário e não condiz com a magnitude e potencial da Universidade.

“Por conta da falta de local e espaço adequados, a instituição não consegue ofertar os cursos de engenharia da Produção, Elétrica e Mecânica, por exemplo. A existência de um espaço universitário efetivo poderá permitir a abertura dessas três engenharias de extrema relevância, ampliar sobremaneira o número de vagas no ingresso e propiciar que a instituição tenha 2.500 alunos ao todo, se constituindo na maior instituição de ensino superior no município e contribuindo para a transição deste para se tornar um polo universitário”, argumentou o vereador.

Outra proposta aprovada, desta vez de autoria do vereador Dilson Magalhães Jr. (PSDB), foi a Indicação Nº 1018/2021, encaminhada ao Governo do Estado. A matéria pede a implantação de uma unidade da Delegacia Especializada na Repressão e Crimes contra a Criança e o Adolescente (DERCCA) no município. Segundo o parlamentar, a unidade garantirá a promoção e a proteção à integridade física e moral de crianças e adolescentes, realizando o registro dos crimes, apurando as denúncias relacionadas à negligência, violência psicológica, física, sexual e outros atos cometidos contra eles”, reforçou.

Fonte: Câmara de Camaçari

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.