Defensores públicos protestam contra diminuição no orçamento

A Associação dos Defensores Públicos da Bahia (ADEP-BA) realiza uma mobilização na manhã desta segunda-feira (1º), na Av. Manoel Dias das Silva, da Pituba. O protesto acontece durante sessão do conselho superior do órgão. O ato é contra a possibilidade de redução do orçamento da Defensoria Pública para o ano de 2015 de R$ 163 milhões para R$ 152 milhões, aproximadamente, que foi apresentada pela defensora-geral Vitória Beltrão Bandeira, na última sessão do conselho superior, realizada no dia 22 de julho.

A presidente da Associação, Soraia Ramos, revelou que a Bahia conta com 264 defensores públicos, que conseguem atender apenas 8% das comarcas baianas, alcançando o posto de 3ª pior Defensoria Pública do Brasil. De acordo com Soraia, apesar dos números, Vitória Bandeira apresentou uma planilha que indicava um possível corte de R$ 10.437.209,00 cuja cota teria sido determinada pelo governo do Estado e deveria ser aprovada imediatamente. “De 2013 para cá, o orçamento já foi reduzido em, mais ou menos 10%. Ao invés de aumentar, ou, no mínimo ficasse igual, ele foi reduzido, fazendo com que a Defensoria não consiga colocar mais defensores nas Comarcas e aumentar o atendimento para as pessoas que carecem dos serviços”, explicou.
Além disso, a presidente da ADEP-BA explicou que os defensores cobram mais respeito da administração da Defensoria Pública, e que ela lute mais pela categoria. Outra reinvindicação feita pela ADEP-BA é a autonomia da Defensoria Pública que, segundo ela, existe na teoria, porém, não há na prática.
Metro 1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.