Defesa de Prisco pede novo Habeas Corpus para vereador

A defesa do vereador e líder da última greve da Polícia Militar da Bahia, Marco Prisco (PSDB), entrou com um novo pedido de Habeas Corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) para a liberdade do ex-policial.

A advogada de Prisco, Marcelle Maron, explicou que o argumento utilizado pelo Ministério Público Federal (MPF) para a prisão do vereador é a “manutenção da ordem pública”, o que não mais faz sentido após decisão do desembargador. “É de conhecimento de todos que há muito a cidade já voltou a sua rotina. A prova inconteste é a decisão do desembargador. Quando ele libera as contas sob o argumento de que a ordem foi restabelecida, também já não há base jurídica para manutenção da prisão. O que temos aqui é o próprio judiciário afirmando não ter mais motivos para a preventiva de Prisco”, analisou a advogada, em entrevista ao site Bocão News.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.