Democratas reagem contra reajuste na tarifa do transporte coletivo

Os camaçarienses foram dormir ontem na expectativa de acordar com a notícia da escolha do novo papa, mas junto com a fumaça preta que saiu do Vaticano no início da manhã desta quarta-feira (13), sinalizando que os católicos continuam sem o seu principal representante religioso, veio à tona a informação do aumento da tarifa no transporte público do município.

O reajuste na tarifa dos coletivos foi pior para quem mora na orla do município. Para todos os destinos que levam às localidades fora da sede, os usuários do sistema de transporte terão que desembolsar mais 20% do valor atual – R$ 2,00 -, o equivalente a R$ 0,40. Passando, portanto, a valer R$ 2,40.

O impacto no bolso de quem mora na sede do município será a metade do aumento para a orla. Os moradores da cidade terão que pagar R$ 0,20 a mais sobre o valor que estava sendo praticado pelo menos até a manhã desta quarta-feira (13), R$ 1,90. Ou seja, quem pagava R$ 1,90 pagará agora R$ 2,10.

O aumento estava previsto para ser praticado a partir desta quarta (13), mas os usuários pagaram R$ 1,90 até a manhã de hoje. A bancada da oposição da Câmara Municipal de Camaçari se manifestou contra o reajuste anunciado pelo município.

O vereador Júnior Borges (DEM) disse na manhã desta quarta que vai entrar com uma representação no Ministério Público para que o aumento na tarifa do transporte público seja revisto. “Esse reajuste não condiz com a realidade do serviço oferecido à população de Camaçari. Precisamos reagir e impedir que isso aconteça”, ressaltou o edil.

O democrata Jorge Curvelo também se posicionou contra o aumento do transporte em Camaçari. O parlamentar considerou a decisão uma forma de premiação para os donos das cooperativas que rodam no município. “Isso significa maltratar a populaçã
e permite que os empresários sejam premiados com esse reajuste sem oferecer uma melhoria no serviço”.
Foto: Hericks Trabuco

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.