Dinheiro Público: Júnior Borges dedica atenção especial à fiscalizaçõ no TCM

Em todo o país, as prefeituras de cada cidade têm recebido cada vez mais verbas provenientes dos governos estadual e federal. Para monitorar a maneira como está sendo gasta a verba pública, a Constituição Federal atribui aos vereadores a tarefa de fiscalizar os gestores dos municípios brasileiros.

Em Camaçari, o vereador Júnior Borges (DEM) segue à risca a orientação da Constituição e comparece com frequência ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) da Bahia. Como de praxe, o opositor dedicou o seu dia nesta segunda-feira (25) à fiscalização do dinheiro público gasto pelo município.

O democrata deixou a cidade logo no início da manhã e passou o dia no TCM, em Salvador, para cumprir com a importante tarefa de acompanhamento do que está sendo feito com o dinheiro da população.

Para Júnior Borges, que considera que o dinheiro público deve ser gasto com responsabilidade e cautela, esse é um dos pontos cruciais na trajetória do vereador. “Essa é, sem dúvida, uma das partes mais importantes no papel que cabe ao vereador. A verba pública deve ser acompanhada e a população deve ser informada da forma como está sendo gasto cada centavo que é destinado a uma ação do governo”, salienta.

O edil deixa claro que a fiscalização não é uma tarefa atribuída apenas aos vereadores que formam a bancada oposicionista na Casa Legislativa. “Esse é um trabalho que deve ser feito não só por mim e pelos outros vereadores da oposição, os colegas da bancada governista têm o mesmo dever de fiscalizar o prefeito da cidade e cuidar bem do dinheiro do povo”, concluiu o parlamentar.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.