Diretor do HGC desmente prefeito e secretário sobre repasse de 1,5 milhão

Em uma visita dos vereadores ao Hospital Geral de Camaçari, na última terça-feira (17), o coordenador da Diretoria Geral da unidade hospitalar, Wanderlino Santana, foi taxativo ao afirmar que “não existe nenhum repasse da Prefeitura de Camaçari para ajudar o HGC”.

A informação de que o município contribui com 1,5 milhão mensal para o funcionamento do hospital foi afirmado por diversas vezes pelos próprios representantes do governo.

VISITAHGC

Em uma audiência pública realizada no Plenário da Câmara de Vereadores em fevereiro, o secretário da Fazenda, Camilo Pinto, foi questionado pelo vereador Júnior Borges (DEM) sobre o suposto repasse do governo municipal ao HGC e o chefe da pasta garantiu – com todas as letras – que a prefeitura ajuda o hospital com 1,5 milhão.

O próprio prefeito, Ademar Delgado, chegou a afirmar em uma reunião com 17 vereadores – para discutir a situação dos professores durante a greve – que o município realiza o repasse do montante.

Porém, Wanderlino garantiu durante a visita dos vereadores que não existe nenhum tipo de ajuda da prefeitura para contribuir com a gestão do Hospital Geral, que funciona em situação crítica por conta da grande demanda do município e das cidades vizinhas.

Assessoria de Comunicação – Henrique da Mata

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.