Eliana Calmon discorda de orientação do PSB e apoia o tucano Aécio Neves

Ao contrário do PSB baiano, a ex-ministra Eliana Calmon, que se candidatou ao Senado pela legenda e obteve mais de 500 mil votos, já declarou seu total apoio a Aécio Neves (PSDB) e disse que subirá em palanques se for preciso e tem fortalecido a campanha do presidenciável também pelas redes sociais. Ao lado da oposição na Bahia (DEM/PSDB), a ex-ministra esteve com Aécio na última sexta-feira, quando ele visitou a Bahia e realizou caminhada no Pelourinho.

Hoje ela vai para Juazeiro participar de uma palestra da universidade da região e se reunirá com pastores e lideranças da oposição. No aplicativo WhatsApp, e nas redes sociais, viralizou uma mensagem de Eliana onde ela pontua dez motivos para apoiar o candidato tucano. Na mensagem, ela explica que seguiu o caminho indicado pela Rede Sustentabilidade e pelo PSB nacional e acrescenta que apoia Aécio porque a democracia “requer alternância do poder e depois de 12 anos o PT dá mostras de querer se perpetuar no governo, ao tempo de que se distancia dos seus postulados básicos, inclusão social e ética na política”.

Outro motivo apontado pela jurista é a corrupção. “A corrupção generalizada alastra-se por todos os poderes e instituições de forma nunca vista, enriquecendo a cúpula governamental e as elites com ela coniventes, em detrimento das políticas públicas não realizadas ou paralisadas”.

Política Livre

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.