Empregados dos Correios terminam greve

Os Correios e a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresa de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) confirmaram hoje (10) o fim da greve, iniciada em meados de setembro. A decisão foi tomada após assembleias de ontem (9) à noite nos estados onde ainda havia paralisação de trabalhadores. De acordo com os Correios, serão necessários seis dias úteis para normalizar todos os serviços prestados pela empresa. “Todos sindicatos voltaram ao trabalho.

Alguns, no entanto, decidiram manter o estado de greve [sem paralisação das atividades], caso dos sindicatos de Campinas, do Ceará e de algumas outras localidades. O que ainda preocupa é a possibilidade de alguns gestores fazerem retaliações a colegas que haviam aderido ao movimento”, disse à Agência Brasil o diretor da Fentect, James Magalhães.

Nas assembleias, os trabalhadores da estatal acataram a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) sobre o dissídio da categoria: reajuste salarial de 8% e de 6,27% nos benefícios. De acordo com o sindicalista, não haverá descontos dos dias parados, mas sim compensação das horas não trabalhadas. No máximo, duas horas por dia pelo período até 180 dias, destacou Magalhães.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.