Júnior Borges e Geraldo Júnior comemoram manutenção do REIQ em coletiva de imprensa

O presidente da Câmara Municipal de Camaçari, vereador Júnior Borges (DEM), promoveu uma coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (18/6), com o intuito de apresentar um relatório da agenda cumprida em Brasília, nos dias 15 e 16 de junho, que resultou na garantia de continuidade do Regime Especial da Indústria Química (REIQ) por mais quatro anos. O encontro com representantes de diversos veículos de comunicação de Camaçari e região aconteceu no Plenário Osvaldo Nogueira e contou com a presença do chefe do Legislativo de Salvador, Geraldo Júnior (MDB), político que abraçou a causa e foi um dos responsáveis por abrir porta para a realização de uma agenda efetiva no Distrito Federal.

Diante dos comunicadores, Júnior Borges contextualizou a motivação da luta encampada pela manutenção do REIQ, instrumento criado para desonerar parcialmente a aquisição de insumos pelas empresas do setor e que, caso fosse extinto, colocaria em risco a capacidade produtiva da indústria brasileira e, consequentemente, milhares de empregos, sobretudo em cidades como Camaçari, que abriga o Polo Petroquímico. “Além de evidenciar a importância dessa conquista, quero agradecer a todos os atores que colaboraram nesse processo. O Legislativo da Região Metropolitana se uniu e nomes do Poder Executivo também demonstraram grande engajamento. Foi graças a esse apoio angariado no percurso que nosso clamor foi ouvido e atendido em Brasília”, destacou o parlamentar, incluindo a imprensa entre as colaborações essenciais nessa trajetória.

Geraldo Júnior, que ladeou o presidente Júnior Borges durante a coletiva, destacou a relação da missão da comitiva à Brasília com os interesses da sociedade. “Essa é uma situação que envolve a vida das pessoas, tem impacto direto na população, com consequências diretas para os baianos. A cidade precisa saber da proporção dessa conquista e eu agradeço ao presidente Júnior Borges por ter me despertado para esse problema e me convocado para essa luta. Nossa relação começou a pouco tempo e se revelou uma grande descoberta, pois, graças ao trabalho que ele vem desenvolvendo, Júnior Borges está se tornando uma referência na política da Bahia”, avaliou o presidente da Câmara de Salvador.

Comitiva – Integraram a comitiva de vereadores de Camaçari que foi à Brasília defender a manutenção do REIQ, além do presidente Júnior Borges, os edis Dilson Magalhães Jr. (PSDB), Dentinho do Sindicato (PT), Dudu do Povo (Cidadania), Gilvan Souza (PSDB), Mar de Areias (DEM), Niltinho (PSDB), Profª Angélica (PP) e Tagner (PT). O grupo também destacou a preocupação e o engajamento do prefeito de Camaçari, Elinaldo Araújo (DEM), na defesa desta pauta que também contou com o apoio do ex-prefeito de Salvador, ACM Neto; e do prefeito em exercício na capital, Bruno Reis. No Distrito Federal, outros nomes cooperaram para o desfecho satisfatório, a exemplo dos deputados federais Cláudio Cajado e Baleia Rossi; dos senadores Ciro Nogueira, Ângelo Coronel e Rodrigo Pacheco; do ministro da Cidadania, João Roma; entre outras personalidades.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.