Justiça autoriza quebra dos sigilos bancário e fiscal de Gabrielli

IMG_1421761332

A juíza Roseli Nalin, da 5ª Vara da Fazenda Pública do Rio de Janeiro, autorizou, na última quarta-feira (28), a quebra dos sigilos fiscal e bancário do ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli. Além do baiano, mais sete ex-diretores e ex-gerentes da estatal e da construtora Andrade Gutierrez. Gabrielli é citado em ação civil de improbidade administrativa proposta pelo Ministério Público. A quebra de sigilos é do período que o petista presidiu a Petrobras (2005 a 2010).

A ação, que aponta um desvio de R$ 32 milhões, diz respeito a contratos firmados entre Petrobras e a empreiteira Andrade Gutierrez para obras no Cenpes (Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras). O MP diz que, no período que Gabrielli presidiu a estatal, houve sucessivas e superpostas contratações da Andrade Gutierrez, sobrepreço e superfaturamento nos contratos e ausência de transparência na seleção da construtora.Confira abaixo a lista de ex-funcionários da Petrobras que terão os sigilos quebrados:

– José Sérgio Gabrielli, ex-presidente da Petrobras
– Renato Duque, ex-diretor de Engenharia e Serviços da Petrobras
– Pedro Barusco, ex-gerente-executivo de Serviços e Engenharia
– Sérgio Arantes, ex-gerente Setorial de Estimativas de Custos e Prazos
– José Carlos Amigo, ex-gerente de Implementação de Empreendimentos para o Cenpes
– Alexandre da Silva, ex-gerente Setorial de Construção e Montagem do Cenpes
– Antônio Perrota, responsável pela elaboração dos orçamentos dos contratos
– Guilherme Neri, responsável pela elaboração dos orçamentos dos contratos

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.