Justiça cobra fiança de R$ 2 milhões e solta doleiro da Operação Lava Jato

A Justiça determinou a liberdade do doleiro Raul Henrique Srour com a condição do pagamento de uma fiança de R$ 2 milhões, dos quais Srour já pagou R$ 200 mil. O doleiro é um dos alvos da Operação Lava Jato, junto com o doleiro Alberto Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, que estão presos.

Srour foi preso em caráter preventivo no dia 17 de março. Inicialmente, a Justiça Federal determinou fiança de R$ 7,2 milhões. Contra o doleiro, há indícios da prática de crimes de evasão de divisas, com operações dólar cabo e lavagem de dinheiro. De acordo com laudo pericial da Polícia Federal, ele teria movimentado, ilicitamente, R$ 176,2 milhões.
Metro 1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.