Leo Prates faz indicação para aprovação da PEC dos Jornalistas

O reconhecimento da importância do diploma de jornalista foi atestado pelo vereador Leo Prates, líder do DEM e vice-líder do governo na Câmara de Vereadores com a aprovação na última semana do projeto de indicação, de sua autoria, ao Congresso Nacional, para que seja aprovada a PEC 33/2009, conhecida como a PEC dos Jornalistas.

Para o Democrata, a exigência do diploma é uma forma de dar garantias aos profissionais da imprensa, que prestam um importante serviço à população e que nas ultimas semanas, com a manifestação nas principais capitais do País, provou que tem papel fundamental na transmissão dos fatos e no combate à corrupção. “Os jornalistas merecem respeito e a aprovação da PEC vai constituir a essa categoria o reconhecimento da profissão. As manifestações com pedidos de melhorias na educação, saúde e contra a corrupção foram acompanhados por esses profissionais, que chegaram a sofrer agressões no cumprimento da sua função”, afirmou Prates.

Ainda de acordo com o edil, a exigência do diploma vai resguardar direitos tanto dos jornalistas quanto das empresas de comunicação. “A formação do jornalista nos bancos acadêmicos é importante para a formação completa do profissional, com o entendimento de conceitos de ética e do estímulo ao debate das questões sociais do Brasil e do Mundo”, ressaltou o vice-líder do governo.

A PEC dos Jornalistas tramita no Congresso desde 2009 é de autoria do senador Antonio Carlos Valadares (PSB).

Além da indicação ao Congresso, a Câmara de Salvador também aprovou o projeto de indicação do vereador Leo Prates, que solicita à presidente Dilma Rousseff a regulamentação da profissão de fotógrafo.

“Esse profissional que integra equipes da imprensa, e que se arriscam no cumprimento do seu dever, precisam ter a profissão reconhecida oficialmente para conquistar garantias trabalhistas”, explicou Prates.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.