“Luiz Caetano vai ficar inelegível”, diz presidente do Democratas

O presidente do Democratas de Camaçari, Helder Almeida, afirmou hoje que “são robustas” as provas que envolvem o ex-prefeito Luiz Caetano (PT) em suspeitas de desvio de recursos de convênio firmado com o governo federal para retirar a linha do trem que corta o centro da cidade, promessa de campanha do petista.

Por conta dessas suspeitas, a Justiça Federal, acatando solicitação do Ministério Público Federal, tornou indisponíveis os bens do petista no valor de até R$2 milhões. “Fizemos uma denúncia com fartas provas em 2008, e não temos dúvidas da condenação do ex-prefeito. O ex-prefeito está se apegando a uma decisão favorável do Tribunal de Contas da União (TCU), que só deu um parecer formal sobre o encaminhamento do processo envolvendo o convênio.

A Justiça Federal avaliou a legalidade do convênio firmado com a empresa Fundese para executar o planejamento da obra. Não tenho dúvidas de que Caetano ficará inelegível e que o resultado do processo será a condenação”, ressaltou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.