Mãe reclama de negligência no Hospital Geral de Camaçari

A mãe de uma criança de apenas 1 ano e meio procurou o gabinete do vereador Júnior Borges (DEM) para relatar a insatisfação com o atendimento recebido pelo seu filho no Hospital Geral de Camaçari, no último dia 16 de dezembro.

Segundo a mãe, Marluce Érica da Mota Batista, o gartoro sofreu uma queda dentro de casa por conta do chão molhado e acabou batendo com a cabeça com força. Asustada com o ematoma que ficou na cabeça do menino, Marluce o levou para o posto de saúde.

Marluce contou que levou o filho primeiro para um posto de saúde em Arembepe, onde mora, e lá o menino foi levado por uma ambulância para o HGC, devido ao estado delicado da criança.

Ao chegar no hospital, o menino recebeu os primeiros atendimentos e a mãe foi informada de que ele teria que ficar internado, depois de uma análise do raio-x tirado pela equipe. Marluce contou que uma médica que já estava deixando o plantão havia pedido uma tomografia, mas o médico que assumiu não teria achado necessário. “Ele disse que não precisava e que o menino estava bem”, conta a mãe.

No dia 19, 3 dias depois, o menino recebeu alta e voltou para casa, mas, segundo a mãe, ele não aparentava estar bem. “Eu vi que o galo contiuava grande e ele chorava quando penteava o cabelo, e levei para um hospital em Salvador”. O menino foi levado para o Hospital do Subúrbio, no Subúrbio Ferroviário de Salvador, no dia 2 de janeiro.

No mesmo dia uma tomografia foi feita a pedido do médico do Hospital do Subúrbio e foi detectada uma fratura no crânio. “Se eles tivessem feito isso lá eu já podia estar fazendo o tratamento de meu filho, muita falta de responsabilidade”.

Agora, Marluce está em busca de um neuro para fazer o acompanhamento de seu filho. “Vou aqui mesmo em Camaçari, na regulação e tentar. Mas como aqui tudo na saúde é difícil, se demorar demais eu vou ter que ir pra Salvador. É a vida de meu filho que está em jogo”, concluiu.

Henrique da Mata/Assessoria de Comunicação

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.