Operação acessibilidade do Procon encontra irregularidades em bancos

Cinco dos seis bancos visitados pela “Operação Acessibilidade” foram autuados pelo Procon-BA, em parceira com a Superintendência dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Sudef), até a tarde desta sexta-feira (26). Entre as irregularidades, está a altura inadequada do balcão de atendimento, ausência de sinalização da rampa de acesso aos edifícios e lavatórios sem barra de apoio.

A fiscalização, que também passou por hotéis e clínicas durante dois dias, não visa apenas os consumidores com deficiência, mas idosos e pessoas com mobilidade reduzida. Os estabelecimentos notificados terão um prazo de 180 dias para adequar a estrutura e responderão a processo administrativo no órgão da da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.