Oposição revelará nomes até o dia 31; Chapa pode ter Souto governador e Gualberto vice

Tido por muitos como nome certo na chapa da oposição que deve concorrer ao governo do Estado este ano, João Gualberto (PSDB), ex-prefeito de Mata de São João, tem “a chapa dos sonhos” na cabeça.

Em entrevista ao Bahia Notícias, o tucano se mostrou bastante confiante, contou qual é a “data limite” para os contrários ao governador Jaques Wagner revelarem os nomes escolhidos e elencou os motivos que podem levá-lo ao Palácio de Ondina. “Sou o candidato do PSDB para o governo, pelo menos até o dia 31 [de janeiro], quando devemos anunciar a chapa”, contou.

Se o presidente estadual do PMDB, Geddel Vieira Lima, recusa qualquer hipótese de ser vice ou candidato ao Senado (veja aqui), Gualberto, no entanto, não parece ligar muito para o fato e trabalha com qualquer possibilidade. Além disso, o tucano coloca o ex-governador Paulo Souto no páreo, mesmo que ele se recuse, por vezes, a falar sobre política (veja aqui e aqui). “Minha vontade é que eu seja o candidato ao governo, com Geddel vice e Souto no Senado. Essa é uma chapa vitoriosa. É a chapa que todo mundo quer”, elucubrou.

Mas, no jogo político, nada impede que as posições se invertam. Ventila-se, principalmente entre os oposicionistas, que a arrumação seria outra: Paulo Souto, nome mais assediado do grupo na Lavagem do Bonfim, como candidato a governador, Gualberto vice e o secretário municipal de Transporte, José Carlos Aleluia – que afirmou, também em entrevista ao BN, que deixará a pasta para concorrer “a algum cargo” (veja aqui) –, ou Geddel como pleiteantes ao Senado.

Na oportunidade, João Gualberto não deixou de dar uma cutucada no PT e na indicação do secretário da Casa Civil, Rui Costa, ao pleito eleitoral deste ano. “A unidade está feita. Pode-se notar isso na nossa caminhada aqui [até a Colina Sagrada]. A decisão vai ser no final do mês e, com certeza, vai ser o nome que mais somar, que mais agregar. Diferentemente do lado do governo, quando uma pessoa só escolheu o candidato”, alfinetou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.