Presidente da Fieb diz que Estado atravessa um problema de gestão

Embora o cenário financeiro estadual seja de contenção de despesas, o presidente da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), José Mascarenhas, acredita que não se trata de crise, mas um problema de gestão que pode ser superado. “Não há nenhum fator estrutural que determine que o Estado tenha uma crise.

Na verdade, até a receita de ICMS, que é o principal imposto do governo, vem aumentando de maneira que é só ajustar a despesa à receita e tudo ficará bem de novo”, sugeriu. Nesta entrevista à Tribuna, o dirigente da entidade admite que esse quadro na economia baiana preocupa o empresariado “na medida em que o Estado é um bom comprador”. Segundo o dirigente da Fieb, o principal gargalo para o crescimento do Estado é a precariedade na área de infraestrutura, a exemplo dos portos. Candidato à reeleição, o presidente frisa ainda a contribuição que a entidade tem dado ao Estado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.