Presidente do Senado abre sindicância para apurar fraude em CPI

Nesta terça-feira (5) o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), determinou a abertura de uma comissão de sindicância para apurar denúncias de fraude na CPI que investiga os contratos feitos com a Petrobras.

De acordo com portal de notícias G1, o diretor-geral da Casa, Bandeira de Mello, informou que três servidores do Senado irão compor a comissão de sindicância, que deverá ser instalada ainda nesta terça.

Ela terá 90 dias para investigar e apurar as denúncias publicadas pela revista Veja, que acusa o ex-diretor da área internacional Nestor Cerveró e o ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli de terem tido acesso antecipado a perguntas que iriam ser feitas pelos senadores na CPI.

Metro 1

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.