Promotor público de Camaçari apoia protestos e garante ir às ruas contra PEC 37

O promotor público que atua na Promotoria Regional de Camaçari, Luciano Pitta, defendeu a luta dos jovens que lotam as principais cidades do país em protesto a melhorias no transporte público e outros setores, além da corrupção envolvendo o dinheiro público. “O Ministério Público está sempre do lado do povo, é por isso que estamos incomodando tanto”, disse, se referindo à classe política do país.

Pitta falou ainda sobre a polêmica Proposta de Emenda à Constituição (PEC), nº 37, que está tramitando no Congresso Nacional e pretende tirar o poder de investigação do MP, deixando a função apenas na responsabilidade das polícias Civil e Militar. “É um verdadeiro retrocesso a aprovação da PEC 37”, argumentou.

Para o promotor, as polícias brasileiras não estão preparadas para tratar das investigações criminais e pode piorar ainda mais com a exclusão do MP nos casos de crime. “Atualmente o Brasil só consegue solucionar menos de 10% dos casos de crime no país, e isso com a ajuda do MP. A mudança na Constituição vai tirar o poder de investigação do MP e piorar ainda mais os serviços de investigação de crimes”, relatou.

Em meio a protestos em várias partes do país, representantes dos MP’s em todo o território nacional aproveitam a visibilidade dada aos eventos para protestar contra a aprovação da PEC 37. Luciano Pitta garante que participará da manifestação em Salvador, marcada para a próxima quinta-feira (20). “O MP vai estar lá com o povo e vai protestar contra PEC da Impunidade”, garantiu.

Assessoria de Comunicação

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.