Saúde inclui professores no grupo prioritário da vacina contra a Covid

O Ministério da Saúde incluiu professores e funcionários de escolas públicas e privadas (ensino básico e superior) na lista de grupos prioritários para a vacinação contra a Covid-19. A informação foi divulgada nesta sexta-feira, 5/03, pelo Ministério da Educação (MEC).

“Grande avanço! A educação precisa ser considerada um serviço essencial para que consigamos ter celeridade nas tomadas de decisões”, avaliou Júnior Borges.

De acordo com o MEC, a inclusão foi realizada após o ministro da Educação, Milton Ribeiro, enviar um ofício à Casa Civil solicitando a entrada dos professores na lista de grupos prioritários. Os profissionais da área já aparecem no documento oficial do Plano de Vacinação Contra a Covid-19, disponível na página da Saúde.

Segundo o documento, fazem parte desse grupo “todos os professores e funcionários das escolas públicas e privadas do ensino básico (creche, pré-escolas, ensino fundamental, ensino médio, profissionalizantes e EJA) e do ensino superior”.

Para serem vacinados, os profissionais deverão apresentar um documento que comprove vínculo ativo com a escola ou uma declaração emitida pela instituição de ensino.

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, sinalizou interesse em vacinar professores, após pressão de políticos e profissionais da área. Em reunião com a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), no último dia 24 de fevereiro, Pazuello disse aos chefes de municípios que colocaria funcionários da educação entre os grupos prioritários no mês de março.

Ainda não há uma data prevista para o início da vacinação de professores.

Fonte: A Tarde

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.