Sessão na Câmara é marcada por mais protestos de trabalhadores e descaso com a saúde pública

20150423_094553[1]A 11ª Sessão Ordinária, na Câmara Municipal de Camaçari, nesta quinta-feira (23), foi marcada, mais uma vez, por dois temas: desemprego e descaso com a saúde pública.

Logo no início da sessão, os manifestantes camaçarienses, que há meses tentam conseguir emprego nas empresas do Polo Petroquímico, adentraram na plenária para protestar, mais uma vez. O vereador Júnior Borges (DEM), foi novamente foi sensível à causa, reservando parte de sua fala à situação dos trabalhadores.

Além do protesto, o tema da vez na sessão foi o descaso com a saúde pública. Júnior Borges citou como forte exemplo, o caso da lotação da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Gleba A, que, por falta de médicos nas outras unidades, teve de receber pacientes de praticamente todos os bairros do município. “As outras unidades do município também tem que funcionar. Por que não funciona? Tem que funcionar a da Bomba que está desde 2013 com porta quebrada e até hoje nem se consertou. Se tem as unidades, tem que se trabalhar para que as unidades funcionem”, comentou.

O vereador ainda chamou atenção aos presentes na plenária sobre a situação do bairro Santo Antônio, visitado na quarta-feira pela Tenda do Povo, em que se constatou o total descaso com a localidade. “Esqueceram o bairro. As ruas do bairro só tem mato, o PSF é um abandono só. Precisa urgentemente a Prefeitura intervir no bairro de Santo Antônio”, falou indignado.

Reunião com trabalhadores

 

Após a sessão, o vereador Júnior Borges, juntamente com os vereadores Elinaldo (DEM) e Falcão (DEM), se reuniu com os trabalhadores que estavam protestando na plenária.

O intuito da conversa foi tentar intermediar a situação dos trabalhadores camaçarienses que lutam para conseguir emprego nas indústrias do Polo Petroquímico de Camaçari.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.