Sistema de cobrança Bilhete Único é implantado na capital

Foi implantado neste domingo (28) o Bilhete Único, programa municipal que permite a integração entre ônibus de Salvador. A partir de agora, passageiros que precisam pegar mais de uma linha para chegar ao destino pagam o valor de uma passagem (R$ 2,80).

Também passou a valer neste domingo a extensão do Domingo é Meia, que estabelece a meia-tarifa (R$ 1,40) aos domingos, para usuários do Salvador Card. Antes, o benefício só valia para quem pagasse em dinheiro. Estudantes não têm direito ao benefício por já pagarem meia-tarifa.

Cerca de 100 agentes da Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador) acompanharam o primeiro dia do Bilhete Único e a ampliação do Domingo é Meia para se certificar do funcionamento da Bilhetagem Eletrônica (validadores).

O superintendente da Transalvador, Fabizzio Muller, comandou o trabalho dos fiscais ao lado do subsecretário da Secretaria de Urbanismo e Transporte (Semut), Orlando Santos, na estação de transbordo do Iguatemi. Também houve ações nas estações da Lapa e Pirajá. Muller enfatizou que os usuários devem ficar atentos às restrições do Bilhete Único. “Se o passageiro tentar pagar em dinheiro, não vai conseguir a isenção”.

Para ter acesso ao benefício, o usuário deve usar o Salvador Card – meia-passagem estudantil, vale-transporte ou bilhete avulso -, fazer a integração em até duas horas e pegar coletivos de diferentes zonas da cidade, levando em conta divisão anunciada pela Prefeitura na quinta-feira.

Fonte: Política Livre

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.