STF julga nesta quarta se bancos devem pagar perdas com planos econômicos

Cinco ações referentes ao pagamento, por bancos, da diferença das perdas no rendimento de cadernetas de poupança causadas pelos planos econômicos Cruzado (1986), Bresser (1998), Verão (1989), Collor 1 (1990) e Collor 2 (1991) começam a ser julgadas nesta quarta-feira (27) pelo Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com informações da Agência Brasil, mais de 390 mil processos estão parados em várias instâncias do Judiciário, esperando julgamento do STF.

Vale lembrar que a principal ação a ser julgada é da Confederação Nacional do Sistema Financeiro (Consif), que pretende confirmar a constitucionalidade dos planos econômicos. Os ministros também vão analisar conjuntamente ações do Banco do Brasil, Itaú e Santander.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.