TCU aponta irregularidades no transporte escolar da Bahia

Irregularidades na aplicação dos recursos dos programas Caminhos da Escola e Nacional de Apoio ao Transporte Escolar foram encontradas em um relatório divulgado pelo Tribunal de Contas da União (TCU).

Auditores do órgão apuraram que no município de Quijingue, no nordeste do estado, a condução de estudantes é feita simultaneamente à de bebidas e outros materiais.

Segundo o jornal A Tarde, o relatório aponta que 31% dos veículos estão velhos e 85% dos municípios visitados não apresentam equipamentos de segurança. Além disso, o serviço de transporte escolar dos programas foi considerado “deficiente, inadequado, de alto risco para seus beneficiários e envolto por sérios indícios de corrupção”.

Vale lembrar que as cidades que apresentam irregularidades já receberam notificações do TCU. O órgão abriu processo para apurar a responsabilidade das fraudes.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.