Toffoli decidirá sobre recurso do PT no TSE

O recurso do processo das contas de 2003 do diretório nacional do PT no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem como relator o ministro Dias Toffoli, ex-advogado do partido e ex-assessor de José Dirceu na Casa Civil. A decisão sobre as finanças da legenda em 2003 foi da ministra e atual presidente do TSE, Cármen Lúcia, que apenas aplicou multas no valor de R$ 180,9 mil por falhas na aplicação do Fundo Partidário, formado por recursos públicos.

Mesmo com o resultado favorável – já que foram deixadas de fora questões relativas ao mensalão – o PT recorreu, por considerar que não praticou irregularidades. É este recurso que está nas mãos de Toffoli. Procurado pela Folha de S. Paulo, que desejava saber se ele enxergava algum impedimento para ser relator do caso, o ministro não respondeu. “A resposta à pergunta seria antecipação de decisão que será tomada nos autos oportunamente”, afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.