Abertura de válvula fez vazar gás em Camaçari, diz gerente de segurança

O gerente de segurança da empresa Oxiteno, Júlio César, comunicou à redação da Metro1 o motivo do vazamento de gás no Pólo Petroquímico de Camaçari, no início desta tarde de quinta-feira (02). A vazão aconteceu na própria empresa, na rua Benzeno. O fato deveu-se a um procedimento normal de abertura de uma válvula da empresa, que, segundo ele, aconteceu dentro dos padrões de segurança.

“Um dispositivo de segurança atuou dentro do esperado com uma pequena liberação de odor. Uma válvula de segurança foi aberta e liberou uma pequena quantidade de uma solução que contém amônia”, afirmou Júlio César.

Apesar de o incidente ter causado susto em quem passava pela região e nos funcionários de empresas vizinhas, Júlio alegou que a Oxiteno não precisou comunicar a operação ao público externo pois aquela não era uma situação de emergência.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.