Carlos Lupi deixa conselho do BNDES para concorrer às eleições

O ex-ministro do Trabalho Carlos Lupi (PDT) deixou o cargo no Conselho de Administração do BNDES para concorrer às eleições 2014. O presidente nacional do PDT foi ministro entre 2007 e 2011 – nos governos Lula e da presidente Dilma – e deixou a pasta em meio a supostas irregularidades em repasses de recursos a OGNs que tinham convênios com a pasta.

Mesmo assim, Lupi havia se mantido como conselheiro por causa da cota do Ministério do Trabalho que ficou com seu partido. O substituto no Conselho de Administração do BNDES deverá ser escolhido pela Dilma Rousseff. De acordo com informações da Folha, os conselheiros do BNDES têm uma remuneração trimestral de cerca de R$ 20 mil.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.