Júnior Borges promete acionar governo para reformar biblioteca Jorge Amado

Uma grande vergonha. Assim foi classificada a situação da Biblioteca Municipal Jorge Amado – na Avenida 28 de Setembro – durante a visita do vereador Júnior Borges (DEM), na manhã da última segunda-feira (18). Infiltrações, materiais danificados, pinturas com prazo vencido, bebedouro em péssimas condições de uso, tornando-se um risco à saúde dos usuários da biblioteca, entre outras observações que traduz a inércia do governo municipal no cuidado com os bens públicos – principalmente quando se trata de instrumentos de cunho educativo.

A Biblioteca Jorge Amado foi criada em 20 de agosto de 1975, e até fevereiro de 1999 ocupou o prédio onde hoje funciona a Escola Gonçalo Muniz. Em 12 de março de 1999, por perceber um crescimento significativo na demanda, a biblioteca passou a funcionar no prédio da Avenida 28 de Setembro. Ou seja, são 14 anos na mesma estrutura. De lá pra cá, algumas intervenções foram feitas no local pelo governo municipal, mas, apesar disso, o quadro atual transparece parcial abandono.

Para Júnior Borges, o aparelho é de grande relevância e precisa urgente da atenção do município. “Fiquei impressionado quando me deparei com essa carência nas instalações da biblioteca. Um instrumento importante para o desenvolvimento intelectual da população que precisa urgente de uma iniciativa do governo”.

Júnior disse ainda que irá apresentar um requerimento na Câmara Municipal de Camaçari, solicitando ao governo uma reforma no prédio onde funciona a biblioteca. “Já estamos preparando uma indicação para ser colocada em votação na próxima sessão, pedindo que o governo invista em uma reforma no prédio e adquira novos aparelhos”.

A assessoria de comunicação do vereador entrou em contato com o coordenador da biblioteca, Edmilson Vieira, mas as informações sobre a atual situação ficaram de serem passadas após um levantamento, porém, nenhum contato foi feito até o fechamento desta matéria, conforme foi combinado.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.