Reabertura do comércio com segurança: necessidade e compromisso coletivo

Para a maioria dos gestores públicos que hoje governam cidades e estados no nosso Brasil, nunca foi exigido níveis de equilíbrio, sensibilidade e sensatez tão altos. Cada decisão acarreta, literalmente, na reconfiguração de um cenário que pode, por um lado, colocar em risco a sustentabilidade financeira de famílias inteiras, e por outro, empurrar o sistema de saúde na direção de um colapso. É neste cenário de incertezas que se deve reconhecer o valor do diálogo aberto, da formulação das ações de forma coletiva.

Foi através do diálogo com os órgãos representativos do comércio que a gestão municipal se municiou de informações e sugestões que estão se mostrando úteis na construção de um novo plano de reabertura as atividades econômicas, de forma justa e, principalmente, com segurança. O expressivo aumento de casos da Covid-19 em Camaçari levou a administração municipal, alinhada com as determinações oriundas do governo estadual, a voltar a fechar temporariamente o comércio na cidade, mas a retomada das atividades será realizada em breve e com importantes adaptações.

Enquanto vereador e presidente da Câmara Municipal de Camaçari, tenho sido um incentivador da construção de soluções de forma coletiva, do envolvimento das partes na elaboração das ações, tanto que articulei encontros entre empresários e representantes do governo municipal, e fico feliz em ver que os resultados destas rodas de conversas estão aparecendo. Nesta segunda-feira (15/3), o prefeito Elinaldo Araújo anunciou que reabrirá o comércio, de forma integral (não por área, como projetado no primeiro plano, implementado em 2020) e escalonada, com horários específicos diferenciados a serem cumpridos pelos estabelecimentos.

O escalonamento no funcionamento do comércio também tem a vantagem de subdividir os horários de maior demanda por transporte público, evitando superlotação nos horários de pico. Tais especificidades condizem com algumas das pautas apresentadas pelas próprias entidades representativas do comércio, que, de forma geral, se comprometeu em garantir o cumprimento das regras sanitárias e demais medidas a serem apresentadas no novo protocolo, visando evitar aglomerações e reduzir a curva de contágio pelo novo coronavírus na cidade. O comprometimento de todos é essencial para que as estratégias de combate à Covid-19 e preservação da sustentabilidade econômica do município obtenham sucesso.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.